Just another WordPress.com site

Nesta última semana, uma onda de comentários com teor antissemita invadiu a internet brasileira. Era uma reação ao movimento de moradores do bairro paulistano de Higienópolis para impedir a abertura de mais uma estação do Metrô na região. Como o bairro possui grande quantidade de moradores judeus, estes passaram a ser acusados de estarem à frente do movimento, por seu caráter supostamente elitista.

Como parte de seu trabalho diário no combate ao antissemitismo na internet, o projeto Israel na Web (@israelnaweb), apoiado pela CONIB (@coniboficial), monitorou e alertou durante todo o dia a comunidade e as instituições judaicas para o que estava ocorrendo. No meio da tarde, um comentário no Twitter feito pelo humorista Danilo Gentili (@danilogentili) destacou-se dos demais: “Entendo os velhos de Higienópolis temerem o metrô. A última vez que chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwitz.”

A virulência do comentário e a notoriedade do autor (estrela do programa CQC, da Band, com 1,5 milhão de seguidores no Twitter) fez com que o projeto Israel na Web iniciasse imediatamente uma campanha de protesto (http://on.fb.me/kdpFO5) contra o desrespeito de Danilo Gentili à comunidade judaica paulistana e, principalmente, aos 1,5 milhão de mortos em Auschwitz.

Através de sua página no Facebook (http://facebook.com/webisrael), o projeto convidou todos os indignados com o comentário do humorista a enviar críticas a ele em seu perfil no Twitter, utilizando a marcação #calabocadanilo. Em poucas horas, centenas de pessoas em todo o país (judeus e não-judeus) já estavam participando da campanha. Segundo o serviço de monitoramento TweetReach, 12 horas após o início da campanha, os comentários com a marcação #calabocadanilo já haviam sido visualizados 68 mil vezes, por 38 mil usuários do Twitter. E a cada minuto chegam mais (http://bit.ly/ifbneu).

Ainda na tarde de quinta-feira, o humorista, ciente da reação desencadeada, decidiu remover seu comentário ofensivo. No fim da noite, publicou duas notas se desculpando pelo ocorrido, fato noticiado em veículos como o Estadão (http://bit.ly/iCQMrg), que destacaram a participação dos internautas na campanha iniciada pelo Israel na Web.

Nós, judeus, agradecemos a todos que serviram de observatório e protestaram contra tal prática. Esperamos mais consciência de quem usa os veículos de comunicação em massa ou, do contrário, tomaremos, a cada vez, medidas mais drásticas.

Comments on: "O Caso @DaniloGentili e a Resposta da nossa Comunidade" (2)

  1. Não soube do fato.
    Vou me manifestar meu repúdio ao desrespeito à comunidade judaica.
    É preciso que esse país acorde e eduque as futuras gerações para o respeito à diversidade.
    Não é censura, mas há uma linha tênue, que todos nós ultrapassamos, entre humor e grosseria.
    Fica a reflexão!
    Abraços Jéssica.

  2. Gê Nunes said:

    Judia ou não, achei repugnantes todas as últimas atitudes do ‘moço’. Até mesmo os dois posts de ‘pedido de desculpas’ ele já retirou. Quem quer que um dia resolva escrever alguma coisa sobre o que ele posta na internet, precisa de um ‘print screen’ para ‘provar’ que viu. Parabéns ao movimento. Eu mesma já coloquei dezenas de posts com #calabocadanilo no @ge_twittando

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Tag Cloud

%d bloggers like this: