Just another WordPress.com site

Posts tagged ‘Danilo Gentili’

O Caso @DaniloGentili e a Resposta da nossa Comunidade

Nesta última semana, uma onda de comentários com teor antissemita invadiu a internet brasileira. Era uma reação ao movimento de moradores do bairro paulistano de Higienópolis para impedir a abertura de mais uma estação do Metrô na região. Como o bairro possui grande quantidade de moradores judeus, estes passaram a ser acusados de estarem à frente do movimento, por seu caráter supostamente elitista.

Como parte de seu trabalho diário no combate ao antissemitismo na internet, o projeto Israel na Web (@israelnaweb), apoiado pela CONIB (@coniboficial), monitorou e alertou durante todo o dia a comunidade e as instituições judaicas para o que estava ocorrendo. No meio da tarde, um comentário no Twitter feito pelo humorista Danilo Gentili (@danilogentili) destacou-se dos demais: “Entendo os velhos de Higienópolis temerem o metrô. A última vez que chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwitz.”

A virulência do comentário e a notoriedade do autor (estrela do programa CQC, da Band, com 1,5 milhão de seguidores no Twitter) fez com que o projeto Israel na Web iniciasse imediatamente uma campanha de protesto (http://on.fb.me/kdpFO5) contra o desrespeito de Danilo Gentili à comunidade judaica paulistana e, principalmente, aos 1,5 milhão de mortos em Auschwitz.

Através de sua página no Facebook (http://facebook.com/webisrael), o projeto convidou todos os indignados com o comentário do humorista a enviar críticas a ele em seu perfil no Twitter, utilizando a marcação #calabocadanilo. Em poucas horas, centenas de pessoas em todo o país (judeus e não-judeus) já estavam participando da campanha. Segundo o serviço de monitoramento TweetReach, 12 horas após o início da campanha, os comentários com a marcação #calabocadanilo já haviam sido visualizados 68 mil vezes, por 38 mil usuários do Twitter. E a cada minuto chegam mais (http://bit.ly/ifbneu).

Ainda na tarde de quinta-feira, o humorista, ciente da reação desencadeada, decidiu remover seu comentário ofensivo. No fim da noite, publicou duas notas se desculpando pelo ocorrido, fato noticiado em veículos como o Estadão (http://bit.ly/iCQMrg), que destacaram a participação dos internautas na campanha iniciada pelo Israel na Web.

Nós, judeus, agradecemos a todos que serviram de observatório e protestaram contra tal prática. Esperamos mais consciência de quem usa os veículos de comunicação em massa ou, do contrário, tomaremos, a cada vez, medidas mais drásticas.

Advertisements

Tag Cloud